14

abr

Pandemia e saudade: “O amor sempre acha o caminho de casa”

Pandemia e saudade: “O amor sempre acha o caminho de casa”

Perto do Natal, educadores foram à casa dos educandos para entregar kit educativo e “muito carinho”

Seria mais um dia habitual, do isolamento social por conta da pandemia, que Edgar Araújo Gomes, 9 anos, educando do Programa Criança e Adolescente, acordaria e ficaria em casa. Como de costume, aguardaria a chamada no grupo do WhatsApp da Fundação Julita para mais um dia de atividade do encontro virtual com os educadores. Mas, naquele dia, algo inesperado estaria por vir. Edgar escutou uma voz que soaria bem familiar, chamando pelo seu nome. Saiu para a varanda e custou acreditar que realmente aquilo estava acontecendo. Arregalou os olhos, e mesmo sem entender, abriu um sorriso tímido e foi de encontro a Thais Rosa e Rick Santos, seus educadores da Julita, que estavam na porta da sua casa com uma entrega de um kit especial! Assim como Edgar, outras crianças vivenciaram esse momento inesquecível no final de 2020. 

Respeitando os protocolos de distanciamento social e uso da máscara, os educadores das crianças de 9 e 11 anos prepararam um kit cheio de simbologias e afeto e tiveram a ideia de entregar para as crianças, mas, desta vez, resolveram ir pessoalmente na casa de um.

 A ideia partiu da educadora Thais Rosa, que estava com saudade, ao mesmo tempo aflita, por estar tanto tempo sem ver as crianças e que eles mesmo relataram sentir muita falta do espaço da Julita, dos colegas e dos educadores. Como uma forma de minimizar essa saudade e eles sentirem a "Julita de perto", a iniciativa de ir até a casa dos educandos se concretizou.

 Foram alguns dias e quilômetros percorridos entre becos e vielas do território. Thais relata que cada reencontro era mais emocionante que o outro: "as crianças soltavam frases do tipo: ‘Eu queria tanto te ver, mas o que vocês estão fazendo aqui??". E, depois da surpresa, era só felicidade".

 Todos os anos, por conta da idade, desenvolvimento e também por demandas específicas de cada grupo, os educandos acabam tendo que mudar de turma. Esse momento é muito aguardado por eles e a transição é feita de forma gradual, pois alguns ficam bastante emocionados, já que terão que trocar de educador e se separar dos amigos que ficaram juntos por anos.

 "A grande questão que surgiu é como fazer essa mudança neste momento em que as crianças estão em atividades remotas?! Por ser um momento delicado de passagem e que acaba gerando muita ansiedade para as crianças, a ideia de ir até a casa deles foi justamente pensando numa forma sensível de conseguir acolher, ter esse momento de ‘despedida’ e de escuta”, afirma Thais.

 Dentro do kit continha um caderninho, para que eles escrevessem sobre as férias, uma pinha que simbolizava a conexão com o espaço da Julita e para colocarem na árvore de Natal e uma imagem de uma Adinkra, símbolo africano, que eles já conheciam, pois foi usado em uma atividade presencial antes da pandemia, para simbolizar a construção de vínculo do grupo.

 " Foi muito simbólica essa ação, a gente preparou tudo com muito carinho para entregar para eles, mas o ‘kit’ maior foi mesmo a gente ter se visto!", conclui Thais.

Atividades remotas desde o início da pandemia

 Desde o início da pandemia, seguindo as determinações dos órgãos oficiais, as atividades presenciais foram suspensas para prevenir riscos à saúde dos educandos e seus familiares, assim como dos colaboradores. Desde então, as atividades continuam sendo realizadas de forma remota nos grupos de WhatsApp ou ligações para aqueles que não têm acesso à internet. No entanto, por diversos fatores, algumas famílias não estão conseguindo interagir e na visita os educadores tiveram a oportunidade de identificar essas famílias e atuar de forma mais assertiva.

Compartilhe

Fale conosco

Quer fazer uma doação, saber mais sobre a Fundação Julita ou ser um parceiro? Entre em contato conosco,teremos o maior prazer em te atender!

CLIQUE AQUI
Aviso

Utilizamos cookies para melhorar a experiência dos usuários e os nossos anúncios. Ao navegar pelo site, você autoriza e concorda com a nossa política de privacidade